terça-feira, 22 de julho de 2008

Chocolate

Hoje fiquei em casa à noite sozinha com os meus babys pois o meu homem teve um jantar de amigos. Depois de deitar os miudos veio um súbito desejo de uma coisa doce. Carências afectivas? Pois... estou habituada aos carinhos do meu homem à noite... quem pode criticar? Uma mulher sente a falta né? Do que me lembrei eu?


Uma vez recebi um email que muita gente deve ter recebido que era uma receita chamada: Bolo de Chocolate da Caneca. Fui ver os meus emails e lá estava ele. Guardado religiosamente para uma altura que necessitasse. Desconfio sempre um bocado destes emails, sobretudo quando me parecem fáceis demais, mas este resolvi experimentar.... e não é que...... schlep schlep....

Vou passar-vos a receita pois vale a pena:

"Há alturas em q nos apetece comer qq coisa mas não sabemos bem o quê... Ou não sabemos bem o que cozinhar rapidamente.....



É experimentar esta mini receita!!!



Bolo de chocolate da caneca ( 5 minutos )

  • 4 c. sopa farinha
  • 4 c. sopa açúcar

  • 2 c. sopa chocolate em pó
  • 1 ovo
  • 3 c. sopa de leite
  • 3 c. sopa de óleo
  • 1 caneca
Numa caneca colocar a farinha, o açúcar e o chocolate em pó



mexer


juntar 1 ovo



mexer



juntar o leite e o óleo




Levar 3 minutos ao microondas na potência máxima (1000watt)




Tchanananããããã



e o tipo já fora da caneca




Bemmmm.... nunca pensei mas... ficou mesmo assim... querem a prova?





Quanto ao gosto... para um bolo feito em 5 minutos... não está nada mau. Se me vai dar dor de barriga amanhã ou não, isso eu não sei, mas já lá vai metade do bolo. A dieta hoje foi-se. Malditos jantares... :)

3 comentários:

Liliana disse...

HAHAHAHAHHAHA

OLHA VOU EXPERIMENTAR HJ....O PIOR É MM A DIETA!!!

JOKAS

DeusaMinervae disse...

Olá Rita:)
Deixei de ir ao msn mas fui lá espreitar e descobri que tinhas este bloguito. Fiquei mt contente dos bébés que não sabia :) Parabéns e mts beijinhos

Sandra (minervae)

Laria disse...

Ritinha, assim não vale. E a minha pseudodieta? Ahnnnnnnn? Achas bem, achas? Ainda por cima em tão pouco tempo!
Ai que se pudesse experimentava já, agora, neste momento...
Beijinhos