quarta-feira, 2 de julho de 2008

A escolha do titulo

Há muito que estava para fazer um blog só meu. Este blog não vai ser para contar a história da minha vida nem a história da vida de ninguém, apesar de algumas partes da minha vida poderem dar para escrever um livro. Este blog vai ser para partilhar sentimentos, pensamentos e... bem... vai ser para escrever um pouco.

Adoro escrever. As vezes, prefiro escrever a falar. Acho que as palavras me saem e soam melhor quando as passo para a escrita. Acho até que me percebem melhor quando escrevo. Será impessoal? São opiniões.

A vida é feita de pequenos nadas surgiu-me na cabeça de repente... se pensei na minha vida? Sim. Claro. Foram tantos os nadas que me aconteceram e que acabaram por ter uma importância extrema na minha vida. Passado uns dias de me ter lembrado desta frase pensei onde a tinha ouvido. Sim... eu não invento nada. Esta frase já foi dita com certeza por várias pessoas. Uma delas, o Sérgio Godinho.


"(Segunda-feira
trabalhei de olhos fechados
na terça-feira
acordei impaciente
na quarta-feira
vi os meus braços revoltados
na quinta-feira
lutei com a minha gente
na sexta-feira
soube que ia continuar
no sábado
fui à feira do lugar
mais uma corrida, mais uma viagem
fim-de-semana é para ganhar coragem)
muito boa noite, senhoras e senhores
muito boa noite, meninos e meninas
muito boa noite, Manueis e Joaquinas
enfim, boa noite, gente de todas as corese feitios e medidas
e perdoem-me as pessoas
que ficaram esquecidas
boa noite, amigos, companheiros, camaradasa vida é feita de pequenos nadas
a vida é feita de pequenos nadas
Somos tantos a não ter quase nada
porque há uns poucos que têm quase tudo
mas nada vale protestar
o melhor ainda é ser mudo
isto diz de um gabinete
quem acha que o casse-têteé a melhor das soluções
para resolver situações
delicadas
a vida é feita de pequenos nadas
E o que é certoé que os que têm quase tudo
devem tudo aos que têm muito pouco
mas fechem bem esses ouvidos
que o melhor ainda é ser mouco
isto diz paternalmente
quem acha que é ponto assente
que isto nunca vai mudar
e que o melhor é começar a apanhar
umas chapadas
a vida é feita de pequenos nadas
(Segunda-feira…)Ouvi dizer que quase tudo vale pouco
quem o diz não vale mesmo nada
porque não julguem que a gentevai ficar aqui especada
à espera que a solução
seja servida em boião
com um rótulo: Veneno!
é para tornar desde pequenoàs colheradas
a vida é feita de pequenos nadas
boa noite, amigos, companheiros, camaradas
a vida é feita de pequenos nadas."
by Sérgio Godinho
´
Houve tempos, nos meus tempos de faculdade que eu era fã de Sérgio Godinho, estava na moda. Eu andava no ISEG e o ISEG era conhecido por ser uma faculdade de gente revolucionária. Eu nunca fui muito disso mas acabava por ser apanhada pelo ambiente. Agora, por outras razões, quando leio a letra da musica, também me identifico. As coisas andam tão más neste país. Os juros não param de subir. Quem é rico, continua rico. Quem é pobre mais pobre fica, quem é da classe média como eu, tem tendência a cair... cair e de que maneira.
Os pequenos nadas da nossa vida são aqueles que nos fazem viver... bem ou mal... todos eles com uma relevância enorme. São pequenos acontecimentos do nosso dia a dia que nos fazem crescer, aprender e continuar a viver. São pequenas coisas que por vezes nem damos importancia mas que mais cedo ou mais tarde acabam por se revelar extremamente importantes. Ok. É sobre tudo e sobre nada que vou escrever. Quem tiver paciência que leia, que não tiver tem bom remédio.

1 comentário:

Laria disse...

Fiquei agradavelmente surpreendida com a recepção do teu mail a anunciar a criação deste blog. Boa, Ritinha. Podes gostar de escrever, é mais uma das coisas que temos em comum, mas eu adoro ler-te. Espero ler aqui muito pequenos nadas, porque são esses nadas que revelam as pessoas, é a minha opinião. Vou andar por aqui. E fiquei deliciada por saber que andaste no ISEG, a minha mana também, e ela tem só mais um ano do que tu! Se calhar foram colegas! Beijinhos e muita força!